Futebol em Destaque de cara nova!

Comunicamos aos leitores do blog que o Futebol em Destaque está com novo endereço! Agora você acessa o site de jornalismo esportivo no www.futebolemdestaque.com.br. Agora muito mais moderno, com novo layout e atualizações diárias.  Visite-nos!

Atenciosamente, Administrador.

Deixe um comentário

Arquivado em Regionais

A Lei Seca e o futebol

Por Caroline Borges

A tão polêmica Lei Seca, implantada em todo o país a cerca de um mês, gera discussões diárias nos veículos de comunicação e nas conversas entre as pessoas. Bebida e direção é uma dupla que, todos admitem, não combina. Agora, futebol e bebida combinam? Vejam só esse juiz que, visivelmente bêbado, teve que ser retirado de campo:

O episódio aconteceu na Rússia e o juiz foi retirado de campo apenas no segundo tempo da partida. Quando perguntado a razão daquele comportamento, o juiz alegou que estava sofrendo de dores na coluna e por isso não estava conseguindo caminhar. Submetido a um exame, foi detectado uma quantidade de álcool no sangue equivalente a 10 doses de vodka. Mais um episódio bizarro do futebol. Será que vamos ter que utilizar bafômetros nos vestiários também?

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Inter segue sem vencer fora do Beira-Rio

Por Paulinho Azevedo

Inter e Atlético-PR fizeram um jogo de poucos brilhos na tarde de ontem em Curitiba. Mais uma vez o time gaúcho mostrou que não consegue jogar bem fora de casa, mesmo contra adversários inferiores tecnicamente.  Diante do que se viu na Arena da Baixada, o placar de 1 a 1 ficou de bom tamanho. Renan mais uma vez mostrou insegurança e imprudência nas saídas de gol e Nilmar segue produzindo pouco.
No primeiro tempo, as poucas chances criadas pelas equipes vinham mais de erros do adversário do que de seus próprios méritos. O Inter, a exemplo do que vinha fazendo nos últimos jogos sob o comando de Abel Braga, insistia nos chutões para frente. Com um meio campo pouco criativo, a bola geralmente  chegava quadrada para os atacantes. Some-se a isso um gramado ruim, e uma arbitragem irregular e podemos concluir que a primeira etapa não foi nenhum primor.
No intervalo, Tite colocou Ramon no lugar de Maycon. A idéia era dar mais qualidade a saída de bola do colorado, mas não foi o que se viu. Com um fraco desempenho dos laterais, e um meio campo que mais destruía do que criava, o Inter seguiu inferior em campo. Então, aos 11 minutos veio o castigo. Renan, em mais uma saída estabanada de gol, foi para cima de Douglas Maia que malandramente se atirou. O pênalti marcado pelo árbitro não existiu, mas isso não isenta o goleiro colorado, já que novamente ele foi imprudente. Parece que ter entregado o empate no Grenal não serviu de lição para o nosso arqueiro olímpico. Alan Bahia cobrou com categoria e abriu o placar. A partir daí os colorados começaram a criar algumas chances, principalmente através das cobranças de falta de Alex. Mas Galatto não deixava a bola entrar. Então aos 36 minutos Alex bateu um escanteio com precisão e encontrou Índio, que de cabeça empatou a partida. Depois disso o Inter ainda teve algumas oportunidades, mas nenhumas delas se transformou em gol.
Nilmar jogou isolado, mas quando teve a bola no pé não mostrou o futebol que se espera dele. O atacante veio para ser a estrela do caro time colorado, mas não tem correspondido `as expectativas. Ele insiste em jogadas individuais que não têm funcionado, e o que é pior, tem desperdiçado muitas chances de gol. Prova de sua inoperância é que em 11 rodadas, ele marcou apenas 3 vezes nesse Brasileiro. Para se ter uma idéia, é o mesmo número de gols que tem o zagueiro Índio.

Leandro Taques

O próximo jogo do Inter será quinta-feira (17/07), contra o Atlético-MG no Beira Rio. A equipe colorada não pode nem pensar em outro resultado que não seja a vitória. Se não vencer o time ficará muito distante dos líderes da tabela e verá suas chances de luta pelo título ficarem cada vez mais remotas.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

No ritmo de Taison

Por Matheus Kern

O Internacional volta à campo na noite desta quarta-feira pelo Campeonato Brasileiro, desta vez para enfrentar o Goiás, no estádio Beira-Rio. Tite repete a mesma escalação utilizada no clássico Gre-Nal, com exceção de Renan – ainda suspenso – que dá lugar para o experiente Clemer. Atualmente, o Inter ocupa a 11ª colocação e o Goiás a 17ª.

A goleada sobre o Coritiba por 3 a 0, no domingo passado, apresentou para a torcida mais uma das raras jóias que são, anualmente, lapidadas no estádio Beira-Rio. Depois da boa estréia pelos profissionais no clássico Gre-Nal, Taison arrebentou com o sistema defensivo paranaense. Com sua entrada, a meia-cancha colorada ganhou em ofensividade e em movimentação. O garoto realmente não tem medo de “ir pra dentro” dos adversários.

É com Taison que o time colorado pretende manter a boa seqüência de resultados e subir ainda mais na tabela do Brasileirão. “Queremos entrar no bloco dos dez primeiros. É o primeiro passo. Se passarmos, aí vamos querer o G-5. É assim que vamos. A tabela vai nos mostrar isso”, revelou o técnico Tite em entrevista coletiva nesta terça-feira. A vítima da vez é o Goiás, e a torcida colorada espera mais uma grande atuação do mais novo craque do Beira-Rio.

Deixe um comentário

Arquivado em Regionais

Para se manter no topo

Por Matheus Kern

O Grêmio pós-clássico vive era de mudanças. A notícia de que Roger está mesmo deixando o estádio Olímpico parece realmente ter balançado com o torcedor gremista. Feliz está o Botafogo, que enfrenta o tricolor às 18h10min do próximo domingo, no estádio Engenhão. Sem Roger, Celso Roth terá que fazer adaptações, porque o jogador que pode substituir Roger ainda não está apto para jogar: Tcheco só estará liberado para atuar a partir de agosto.

De péssima campanha no Campeonato Brasileiro, o Botafogo procura por respostas. Não estavam em Cuca, demitido, e parecem também não ser estar em Geninho, que já balanço no cargo e vê o confronto diante dos gaúchos como uma possível reabilitação. “A ausência de todo bom jogador do adversário é favorável. O Roger vinha talvez em seu melhor momento em alguns anos, mas o Celso Roth com certeza tem boas opções para substituí-lo”, revela o técnico dos cariocas.

Caberá a Celso Roth manter a boa campanha que o Grêmio faz longe de casa. Sem Roger, o técnico deve utilizar Rodrigo Mendes na articulação, já que o jogador tem características parecidas com a do meia. Para manter a segunda colocação e quem sabe beliscar o topo, o Grêmio precisará mostrar mais do que mostrou no clássico Gre-Nal. Se bem que do outro lado está o Botafogo. Sorte dos gaúchos.

Deixe um comentário

Arquivado em Regionais

Para confirmar a reabilitação

Por Matheus Kern

Depois de empatar um clássico no qual jogou melhor os 90 minutos, o Internacional enfrenta o Coritiba, neste domingo (16h no estádio Beira-Rio) para confirmar a reabilitação que parece querer se tornar realidade. A evolução, de certa forma, já pode ser sentida. Com Tite na casamata, o Inter venceu, empatou e perdeu uma vez, e a partida contra os paranaenses pode ser vista como uma espécie de tira-teima pelos torcedores colorados.

O Coritiba, recém promovido da segunda divisão, não pode ser considerado um dos grandes deste Brasileirão. Longe disso. O clube está atualmente na 10ª colocação, graças aos bons resultados conquistados em casa. Não há destaques positivos no time paranaense, o forte é sim o coletivo. Como o Inter joga ao lado de sua torcida e vêm de boa atuação no Gre-Nal, o favoritismo é todo colorado.

Tite deve manter o esquema que deu certo diante do Grêmio. No meio-campo, mesmo com as especulações, Guiñazu deve atuar ao lado de Edinho, Magrão e do jovem Taison, que deve estar espumando para estrear no Gigante. A manutenção de Sorondo na defesa dá maior tranqüilidade para o grupo inteiro, tendo como companheiros Índio e Marcão. É jogo para pelo menos 20.000 pessoas no Beira-Rio, pois todos sabem que a hora de subir na tabela é agora, não se pode adiar mais.

Deixe um comentário

Arquivado em Regionais

Sobrou barriga no final

Por Mônia Canalli

Ronaldo está anunciando sua aposentadoria (antes tarde do que nunca). Mesmo assim não passou despercebido esta semana, quando foi clicado na praia de Ibiza. O jornal britânico The Sun publicou a imagem e comparou o atleta a uma apresentadora do país, grávida de quatro meses. Vamos desconsiderar o tom popularesco do tablóide. Em poucas palavras, a reportagem alfinetou:

” A estrela brasileira Ronaldo está se recuperando em Ibiza após ter sofrido uma lesão séria em fevereiro, enquanto jogava pelo Milan. Ainda que circular em um iate com uma cueca Calvin Klein minúscula e um cigarro na mão era exatemente o que os médicos do clube de futebol italiano tinham em mente.”

Sim, é o fim de Ronaldo O fenômeno. Semana passada, o jogador conseguiu uma liminar impedindo a venda do filme pornô protagonizado pela sua ex namorada Viviane Brunieri. No filme, a ‘Ronaldinha’ contracena com um suposto sósia de Ronaldo.

Fora do futebol, o atleta precisa pensar em seus contratos publicitários que o manterão daqui para frente. Mas não parece que esta seja uma preocupação dele, já que os escândalos em que está envolvido são freqüentes.

Assim, o futebol brasileiro também fica marcado.

1 comentário

Arquivado em Futilidades